Últimas Notícias
  1. O Clube Desportivo da Póvoa faz 80 anos!
  2. O Basket foi à Praia
  3. Entrevista a José Ricardo Neves
  4. Três dias de grande atividade.
  5. O Desportivo no EMRC Spring Fest’23

BASQUETEBOL

PRÓXIMOS JOGOS

SÉNIORES MASCULINOS

A MODALIDADE

Objetivos da Secção

Atualmente, o clube constrói as suas equipas seniores com uma ligação muito forte à cidade e aos seus escalões de formação, para que o percurso possa ser estável e financeiramente sustentável. Nos escalões mais jovens, o basquetebol assume-se como a modalidade que tem mais atletas inscritos no clube e a competição é feita a nível distrital e nacional, com acesso a pontos altos como as fases finais distritais e nacionais.

Atividades

Em paralelo com o funcionamento quotidiano das equipas de todos os escalões feminino e masculino, o a secção tem organizado diversas atividades complementares ligadas ao basquetebol, das quais se destacam o “Minibasquete nas Escolas” e dois torneios internacionais, em agosto e setembro, com impacto económico direto no setor da hotelaria e restauração poveiro.

Equipa e Atletas

A secção de basquetebol, na época 2001-22, é constituída por 12 equipas e 244 Atletas federados.

  • Sub-08 (29) Hugo Matos
  • Sub-10 (31) Paulo Sérgio
  • Sub-12 (28) António Castro
  • Sub-14 Masculino (26) Hugo Matos
  • Sub-14 Feminino (17) Miguel Queirós
  • Sub-15 Masculino (25) Albino Mota
  • Sub-16 Masculino (10) Filipe Dinis
  • Sub-16 Feminino (18) Paulo Sérgio
  • Sub-18 Masculino (24) Ivo Gonçalves
  • Sub-19 Feminino (5) Hugo Matos
  • Seniores Masculinos (26) José Ricardo (Eq. A) + Ivo Gonçalves (Eq. B)
  • Seniores Femininos (5) Hugo Matos
1971/72
Início da Modalidade
Armando Frias, antigo praticante de basquetebol e, na altura, diretor do CD Póvoa, aproveitou a experiência dos Jogos Juvenis e decidiu formar no clube uma equipa federada. Nascia, assim, na época 1971/72 uma nova modalidade, que nos anos seguintes viria a desenvolver-se consideravelmente. No final de 1971, graças ao contributo do atleta Dimas Pinto, surge o minibasquetebol que, mais tarde, dará origem à primeira equipa de iniciados do CD Póvoa, dirigida pelo Prof. Rios da Fonseca.
1973
Nasce o Basquetebol Feminino
A partir daqui, a secção não mais parou de evoluir, tendo sido criado, em 1973, o basquetebol feminino sobre a orientação de Dimas Pinto e, posteriormente, de Victor Guimarães que veio dar continuidade ao projecto. Neste sector, o Clube passa a gozar de um estatuto de grande relevo no contexto da Associação de Basquetebol do Porto
1975
As dificuldades
Em 1975, a secção englobava já oito equipas federadas, distribuídas pelos escalões masculinos e femininos. No entanto, a este súbito crescimento da secção seguiu-se um período crítico, marcado pela falta de estruturas, por problemas no quadro técnico e no setor administrativo, que até então “sobrevivia” graças à boa vontade de José Francisco, um jovem que ganhara muita experiência na organização dos Jogos Juvenis. A situação complica-se ainda mais entre 1975 e 1976, com a saída de alguns dos grandes entusiastas, uns para cumprir o serviço militar, outros para ingressar na universidade, estando neste último grupo incluído Dimas Pinto. O basquetebol do CD Póvoa registava, assim, um retrocesso motivado essencialmente pela falta de quadros técnicos. Entretanto, das ex-colónias surgiram atletas que, pelas suas qualidades, vieram prestigiar a modalidade, e pessoas interessadas em reavivar os quadros técnicos da secção. Ultrapassadas as dificuldades, novas condições foram criadas para um longo e vigoroso processo de crescimento. O número de jovens interessados na modalidade era de tal forma elevado que, durante alguns anos, também o Varzim apresentou algumas equipas em competição. No CD Póvoa, o basquetebol assumiu-se como uma das modalidades mais importantes, pelos feitos que foi conquistando ao nível distrital e nacional.
1986
Equipa Feminina Vence a II Divisão
A equipa feminina conquista o campeonato nacional da II Divisão e é nesta década que o número de praticantes femininas começa a aumentar no clube.
Década de 90
Consolidação do Projeto Feminino
Todo o trabalho iniciado na década de 80 culminou com a consolidação do basquetebol feminino no CD Póvoa. Com uma aposta forte na formação, a secção conseguiu formar equipas competitivas em todos os escalões, alcançando títulos nacionais ímpares, como: 1994/1995 - Campeonato Nacional de Cadetes Femininos (atualmente sub-16);  1997/1998 - Campeonato Nacional de Juniores Femininos (atualmente sub-19);  1996/1997 - Campeonato nacional da II Divisão de Seniores Feminina
1999 a 2001
Um título para a História
As décadas de 80 e 90 foram brindadas com inúmeros títulos, mas foi na época 1999-2000 que o CD Póvoa viveu aquele que foi, certamente, um dos momentos mais marcantes e um dos maiores êxitos obtidos em todo o historial do clube: o título de Campeão Nacional da I Divisão em seniores femininos. Esta geração gloriosa do basquetebol feminino do CD Póvoa fecha com chave de ouro a sua fantástica época, com a conquista da Supertaça Feminina, em 2000/2001.
2019 a 2021
Masculino
Em 2018, com o regresso a casa do treinador José Ricardo Rodrigues e de alguns atletas da Liga (com toda a formação feita no nosso clube), o basquetebol masculino no CD Póvoa tomou um novo rumo. Sempre com uma forte aposta na formação como base das equipas seniores, inicia-se um caminho brilhante. Começa na época 2018-19, com a conquista da CNB1, e prossegue dois anos depois, com o título nacional da Proliga e a consequente promoção ao I escalão do basquetebol nacional, a Liga Betclic. Feito nunca antes alcançado, com a mais-valia de integrar no plantel jovens atletas formados no clube.
2022
Os dias de Hoje
O basquetebol é uma modalidade que pretende obter resultados competitivos nos mais altos escalões, usufruindo, a médio e a longo prazo, dos talentos formados a partir da base do clube. Ao longo dos anos, várias foram as pessoas que estiveram ligadas à secção, das quais podem destacar-se José Ricardo Rodrigues como treinador, Dimas Pinto pelas qualidades humanas e técnicas, Alberto Midões pela sua perspetiva abrangente em relação ao clube e à secção, Luís Gonzaga, pelo seu trajeto como treinador e coordenador, e Fernando Araújo, pelo exemplo que deu como jogador de basquetebol. Entre muitos outros que fizeram e ainda vão fazer história. O basquetebol apresenta atualmente três equipas seniores em competições nacionais (duas masculinas e uma feminina), sendo que a equipa principal masculina disputa o mais importante escalão da modalidade, a Liga Betclic.
MAIN SPONSORS
PARCEIROS FINANCEIROS
PARCEIROS TÉCNICOS